No artigo anterior falamos sobre certificação se produto. Neste artigo falaremos um pouco sobre cabos desbitolados.

Como já dissemos, um cabo desbitolado é aquele que possui menor quantidade de cobre em seu interior. Esse tipo de produto representa um enorme risco para sua instalação elétrica, além, é claro, de ser um produto ilegal.

Como identificar um cabo desbitolado?

 

Sabemos que já abordamos este assunto, mas sempre é bom recordar.

Para identificar se um cabo possui boa procedência, caso não conheça a marca que está adquirindo, atente-se para essas medidas:

  1. Etiqueta de Identificação– deverá indicar, claramente, a seção do produto, a norma vigente, o selo do INMETRO, o logo da certificadora e, principalmente, o número do registro do produto com validade (este pode ser confirmada no site do INMETRO);
  2. Seção Nominal – No corpo do cabo deve estar gravado qual a sua seção nominal, além de outras informações obrigatórias;
  3. Comparação – Compare um cabo reconhecidamente de marca boa com o cabo que você está avaliando. O peso do produto também pode ser diferente e a quantidade de fios também pode ajudar na decisão – quanto menos fios, mais problemas;
  4. Através de um Micrometro – É possível identificar o cabo através do dimensionamento da quantidade de cobre existente no cabo medindo-se os fios elementares e calcular a área da seção transversal para identificar um cabo bom de um desbitolado.

Lembre-se que além de mais barato, um cabo desbitolado costuma ter menos cobre do que um cabo normatizado. Fique atento!

A compra de materiais elétricos

 

No momento de comprar materiais elétricos, é importante que se tenha muita atenção e cuidado, pois não adianta ter o melhor projeto elétrico do mundo se os materiais que serão utilizados não possuírem os requisitos mínimos de segurança e qualidade.

Escolher produtos muito baratos e de procedência duvidosa poderá comprometer sua instalação elétrica, aumentar a probabilidade de curtos-circuitos e também elevar o consumo de energia elétrica.

Como assim, cabos irregulares aumentam o consumo de energia elétrica? A resposta para esta pergunta é SIM! Um fio que possui menos cobre, isto é, apresenta uma seção menor do que a necessária descrita em norma, pode causar problemas como desperdício de energia devido ao superaquecimento do cabo, além de curtos-circuitos e até incêndios.

Além de irregulares, fios e cabos desbitolados comprometem as instalações elétricas uma vez que não atendem os itens recomendados pelas normas técnicas.

Procure sempre comprar produtos confiáveis, de empresas idôneas. Em caso de dúvidas, contate um profissional qualificado ou entre em contato com a Qualifio – Associação Brasileira pela Qualidade dos Fios e Cabos Elétricos – que é uma entidade sem fins lucrativos que monitora e identifica certificadoras e fabricantes que operam de maneira irregular no mercado brasileiro, notificando assim as autoridades competentes.