Pode ser raro ouvirmos casos como este, mas já foram relatados inúmeros casos de acidentes elétricos com mortes, envolvendo uma simples chapinha de cabelo.

Como um objeto tão pequeno pode causar um estrago tão grande?

Bem, um descuido, uma falta de atenção e até mesmo uma instalação elétrica mal dimensionada pode levar a uma fatalidade.

Tanto o secador de cabelo quanto a chapinha são fortes aliados da beleza feminina, porém, devem ser utilizados “com ressalvas”.

Um dos maiores erros das mulheres que utilizam artifícios eletrônicos para se manterem bonitas é fazer isso no banheiro ainda úmido. Como já dissemos em outros artigos, a corrente elétrica, em contato com a água, aumenta as chances de um choque que, por sua vez, pode ser fatal.

Dicas importantes

 

Equipamentos eletrônicos, principalmente quando usados diretamente no corpo, exigem certos cuidados no momento da compra. E o primeiro ponto a ser verificado é se o equipamento possui o selo do Inmetro.

Outro ponto importante que não deve ser ignorado é observar o estado do aparelho. Se ele estiver em más condições de uso, não o utilize até consertá-lo em uma assistência técnica autorizada.

Fios à mostra, desencapados e peças quebradas também podem causar choques e curtos-circuitos.

Sempre observe o local em que você depositará o secador ou a chapinha durante o uso, tomando cuidado para não colocá-los sobre superfícies molhadas ou em cima de toalhas ou tecidos.

Outro alerta muito importante é nunca utilizar equipamentos eletrônicos descalça, pois o risco de choque é muito maior.

Proteja-se dos choques

 

Embora os choques sejam comuns (mas não deveriam ser), estes nem sempre são culpa do usuário. Existem diversos fatores que podem levar um aparelho como chapinha, secador ou qualquer outro eletrônico, a ter uma descarga elétrica capaz de ferir ou, até mesmo, matar uma pessoa.

Algumas pequenas dicas poderão salvar uma vida:

 

*Locais úmidos: nunca utilize chapinha, secador, barbeador ou qualquer aparelho eletrônico que esteja ligado na tomada, tanto no banheiro ou em qualquer local úmido. Existem sempre pessoas que pensam que nada acontecerá com elas, mas é melhor não pagar para ver, não é mesmo?

*Alta temperatura – Alguns equipamentos eletrônicos possuem um limite de temperatura, bem como botões que permitem o controle da mesma. Equipamentos utilizados em sua máxima temperatura podem aquecer demais o equipamento, gerando uma possível descarga elétrica.

*Extensões, benjamins e tomadas estragadas: Evite utilizar equipamentos eletrônicos em benjamins ou extensões, pois estes componentes poderão puxar mais energia para cumprirem seu limite e acabarão provocando um curto-circuito

*Fios desencapados – nunca use o aparelho se o fio estiver desencapado ou em mal estado. Sem que a pessoa perceba, aquela parte danificada pode pegar fogo ou simplesmente, gerar um forte choque, caso se encoste, acidentalmente, no local.

*Esteja sempre com sapato – evite fazer uso de secadores, chapinhas ou qualquer equipamento eletrônico descalço. Use calçados, de preferência de borracha ou plástico, para que ele isole o seu corpo de uma possível corrente elétrica no chão.

Instalações elétricas

 

As instalações elétricas mal dimensionadas também são responsáveis por muitos acidentes fatais com eletricidade, por isso, nunca tente realizar sozinho nenhum tipo de manutenção na sua instalação elétrica.

Procure sempre um profissional habilitado capaz de executar o serviço com qualidade e precisão. O site www.encontreseueletricista.com.br disponibiliza uma lista de profissionais que poderão ajudá-lo nessa escolha.

Programa Casa Segura: o melhor canal de informação sobre prevenção de acidentes com eletricidade.

*Caso tenha dúvidas sobre quais fios e cabos são os melhores para a sua instalação elétrica, entre no site da Qualifio e verifique todos os fabricantes, de fios e cabos, confiáveis.