Nos dias de hoje a variedade de eletrodomésticos que podemos ter em casa é imensa, se comparada com o que tínhamos há 15 anos atrás. Sanduicheira, torradeira, panela elétrica de arroz, fritadeira, cafeteira, máquina de lavar louças, microondas, geladeira, entre muitos outros.

 
Todo esse conforto que a tecnologia nos proporciona pode se tornar um problema, caso a instalação elétrica da sua casa não esteja adequada para suportar a demanda elétrica que todos esses eletrodomésticos, quando ligados juntos, precisam para funcionar.

 

reduzida de shutterstock_387341530

 
Mesmo que casa ou o prédio onde você vive tenha sido construído de acordo a norma de instalações elétricas de baixa tensão, a ABNT NBR 5410, a defasagem existe uma vez que a última atualização da norma aconteceu em 2004. De lá para cá, houve uma grande quantidade de eletrodomésticos e eletroeletrônicos lançados. Só para você ter uma ideia, em 2004 não existiam smartphones, tablets nem televisores inteligentes.

 
Dessa maneira, se a sua instalação elétrica nunca passou por uma adequação dos fios e cabos elétricos, ou seja, nunca houve um redimensionamento dos cabos a fim de adequar a carga elétrica exigida para atender essa nova demanda de eletrodomésticos, cuidado: você pode estar vivendo dentro de uma bomba-relógio!
Pior ainda: caso você não tenha tomadas suficientes em sua residência para ligar cada um dos eletrodomésticos separadamente, utilizando muitas vezes benjamins ou T’s, o perigo pode ser ainda maior, pois os fios e cabos elétricos podem não estar preparados para receber tanta carga elétrica, podendo acarretar em um curto-circuito, e por consequência um incêndio.

 
Antes de comprar novos eletrodomésticos para seu lar, reflita: será que tenho uma instalação elétrica adequada para suportar a carga de energia que precisarei para ligar esses novos aparelhos?

 
Fazer um diagnóstico visual te ajudará a responder essa pergunta: http://programacasasegura.org/sua-casa/diagnostico/ mas, se a dúvida persistir, chame imediamente um eletricista consciente, já que somente ele poderá entregar todos os detalhes do estado atual da sua instalação elétrica, e assim, propor as devidas melhorias.

 
Lembre-se, você é responsável pela segurança de sua família!